domingo, 29 de junho de 2014

Prazo para entrega de declaração termina segunda-feira

As empresas brasileiras que tiveram operações no ano de 2013 deverão apresentar Declaração de Rendimentos de Pessoa Jurídica – DIPJ, junto a Receita Federal até meia noite do próximo dia 30. Dentre as penalidades, está a multa de 2% ao mês do Imposto de Renda da pessoa jurídica informado, limitado a 20%, com multa mínima de R$ 500, e R$ 20 de penalidade para cada grupo de 10 informações incorretas ou omitidas.

Cid Gomes surpreende e lança Camilo Santana a sua sucessão

Durante convenção do PROS governado Cid Gomes apresenta
Camilo Santana como candidato a sua sucessão 
Na convenção do PROS, ocorrida na manhã deste domingo,29, foi oficializado o nome do candidato a sucessão governador do Ceará Cid Gomes. O escolhido, Camilo Santana, nunca fez parte das expectativas ou pelo menos nunca houvera sido ventilada publicamente essa possibilidade. Os nomes do conhecimento de todos eram; Isolda Cela, Leônidas Cristino, Mauro Filho, Zezinho Albuquerque e do vice governador Domingos Filho. Estes eram os aliados que compunha a chamada "base governista" pois todos pertencem ao mesmo partido do governador Cid e aqui fica clara para esse repórter (que não se considera expert em política) que todos os colunistas da temática política foram "enganados" pois, ninguém havia publicado essa possibilidade de exclusão dos nomes badalados em preferencia do Camilo Santana.
Se analisarmos sob o ponto de vista estratégico, é fácil compreender: com a definição da chapa de oposição composta pelos "figurões" da política cearense (Eunício Oliveira, Roberto Pessoa e Tasso Jereissati), entendeu o governador que para enfrentar esse trio deveria reforçar seu palanque com os cabos eleitorais que mais tem influenciado o eleitorado cearense, Lula e Dilma. Dessa forma, apostou o governador na única ficha disponível no complexo jogo da política sucessória do nosso estado. Vamos acompanhar a partir de agora se essa teoria vira realidade.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Sindquímica e IEL/CE divulgam finalistas do 2o. Prêmio de Inovação

Comissão julgadora elegeu os finalistas em 3 categorias:
agente inovador, estudante inovador e empresa inovadora
Sindicato das Indústrias Químicas, Farmacêuticas e da Destilação e Refinação de Petróleo do Estado do Ceará (Sindquímica) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL/CE) elegeram os finalistas da segunda edição do Prêmio de Inovação Setor Químico 2014. A premiação conta com três categorias: agente inovador, estudante inovador e empresa inovadora.
Adriana de Oliveira Sousa Leite e Antonia Fádia Valentim de Amorim são as finalistas da categoria agente inovador. Os estudantes inovadores Italo Maia de Azevedo Gomes e Paulo Iury Gomes Nunes foram selecionados como finalistas da categoria. A Armtec Tecnologia em Robótica e Policlay Nanotch e Comércio são as empresas inovadoras finalistas.
O objetivo do prêmio é incentivar o aprimoramento do setor químico e farmacêutico cearense a partir do fomento a práticas de gestão inovadora das empresas, além de reconhecer e premiar projetos inovadores com aplicabilidade para o segmento químico.
Os vencedores serão conhecidos em evento com data a ser anunciada pelo Sindquímica e IEL/CE. 
Informações: (85) 3421 4040 / 3421 5421. 
Assessoria de Comunicação SFiec

sábado, 21 de junho de 2014

Média de pagantes na Copa é de 50,5 mil por jogo

Arena Castelão em Fortaleza é a terceira em capacidade com 67 mil lugares
A média de público nos jogos da Copa do Mundo 2014, até agora, é a terceira maior de todas as edições do Mundial. Em 26 jogos disputados, 1.314.735 pessoas pagaram ingressos, com uma média de 50.566 pagantes por jogo.Em todas as copas, a maior média é a de 1994, nos Estados Unidos, com 68.991 pagantes. Essa média não pode ser alcançada pela Copa 2014 devido à menor capacidade dos estádios brasileiros. A segunda maior média, de 52.491 pagantes por jogo, foi registrada em 2006, na Alemanha. Esse resultado poderá ser ultrapassado no Mundial do Brasil.Na primeira Copa realizada no Brasil, em 1950, a média de público foi 47.511 pagantes por jogo. A Copa de 50 tem um recorde que dificilmente será batido. Na partida final entre o Brasil e o Uruguai, no Maracanã (Rio de Janeiro), o público pagante oficial chegou a 173.815 pessoas. Hoje a prioridade na construção dos estádios tem sido o conforto dos torcedores, e a capacidade máxima não passa dos 100 mil lugares.Nesta Copa, quatro países já garantiram vagas para as oitavas de final: Holanda, Chile, Colômbia e Costa Rica. Outros quatro estão sem qualquer chance e cumprem apenas a tabela na terceira rodada: Espanha, Austrália, Camarões e Inglaterra.A partir de segunda-feira (23), quando começa a terceira rodada da fase de grupos, haverá quatro jogos por dia em apenas dois horários. Os jogos do mesmo grupo serão disputados no mesmo horário para definição do primeiro e segundo lugares. Na segunda-feira, às 13h, os dois jogos do Grupo B são Holanda x Chile, em São Paulo, e Austrália x Espanha, em Curitiba. Às 17h, jogam pelo Brasil e Camarões, em Brasília, e Croácia e México, no Recife, pelo Grupo A.
Agencia Estado

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Alemães invadem Fortaleza para a Copa do Mundo 2014

Müller é o artilheiro da
seleção Germânica
A torcida da Alemanha invadiu literalmente o Brasil. As cidades que estão recebendo os jogos da seleção do artilheiro Müller (foto), são os principais alvos.
Ao longo da Copa do Mundo FIFA 2014, aproximadamente 17 mil turistas alemães assistirão aos jogos da competição na Arena Castelão, de acordo com a entidade organizadora. Destes, 12.180 vêm para a partida entre Alemanha e Gana, no sábado, 21, às 17h.
Torcida da Alemanha fazendo a festa nos estádios
Mais da metade do público deste jogo (aproximadamente 60 mil pessoas) será composta por estrangeiros (31,2 mil), enquanto 13,2 mil serão turistas oriundos de outros estados do Brasil. Os outros 15,6 mil ingressos foram vendidos para moradores de Fortaleza e municípios vizinhos.


sexta-feira, 13 de junho de 2014

Sindionibus e Sintro selam acordo na SRTE e não haverá greve de onibus





Nota à Imprensa

Sindiônibus e Sintro participaram da oitava rodada de negociação na Srte sob a mediação da Dra Jeritza Jucá, chefe da Seção de Relações do Trabalho. 
Os representantes das duas entidades chegaram a um consenso e definiram uma proposta a ser submetida às suas respectivas assembléias que prevê um reajuste de dez por cento no salário da categoria, elevando o salário e produtividade do motorista para R$ 1.650,00, atualmente é R$ 1.500,00, o do cobrador para R$ 990,00 e fiscal para R$ 1.155,00. A proposta ainda majora o valor do Vale Alimentação para R$ 10,00 e a cesta básica para R$ 90,00.
O Sindiônibus ressalta a excepcionalidade do acordo que se encontra além da capacidade financeira usual das empresas que por sua vez terão que encontrar alternativas para suportar a elevação dos seus custos, mas reconhece a importância do acordo ter sido fechado na mesa de negociação, fato que proporcionou um bom ganho real ao trabalhador e dará uma tranqüilidade à população. 

Diretoria 

sábado, 7 de junho de 2014

Fortaleza tem segunda maior alta do País

Após registrar a maior inflação do País em abril, com alta de 1,08%, Fortaleza teve a segunda maior alta no mês de maio, com 0,95%, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), índice oficial do Governo que mede a inflação em dez regiões metropolitanas do país, além de Brasília (DF) e dos municípios de Goiânia (GO) e Campo Grande (MS).
No mês passado, a maior alta ocorreu no Recife (PE), com 1,16%. Já no Brasil, o avanço inflacionário foi de 0,46%, menor do que o avanço em abril (0,67%). Os dados foram divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Esta foi a primeira pesquisa mensal a levar em consideração o impacto integral do reajuste das tarifas de energia elétrica. De acordo com o Instituto, a alta de 3,71% da energia elétrica foi a que teve maior peso na inflação do mês, contribuindo sozinha para a elevação de 0,1 ponto percentual no IPCA de maio. Em abril, as tarifas haviam subido 1,62%, mas se intensificou com reajustes em diversas regiões metropolitanas. As maiores altas foram no Recife (16,65%), Fortaleza (12,96%), Salvador (12,82%) e Campo Grande (10,27%).
Nos cinco primeiros meses do ano a inflação em Fortaleza foi de 3,41%, acima do índice nacional, que foi de 3,33%. Já no período dos últimos 12 meses, o IPCA na Capital foi de 6,29, enquanto no País o índice foi de 6,37%. Das 13 regiões analisadas pelo IBGE, apenas em Brasília houve deflação em maio, com recuo de 0,08%.
No grupo de alimentação e bebidas, Fortaleza registrou a maior alta em maio, com 1,04%, enquanto no Brasil o grupo sofreu desaceleração, passando de 1,19% em abril para 0,58% em maio. “O índice na parte de alimentos em Fortaleza deve continuar em alta, devido ao baixo volume de chuvas neste ano que não foi suficiente para atender a agricultura”, diz Ricardo Coimbra, mestre em economia pela Universidade Federal do Ceará (UFC).
Quanto ao impacto do reajuste da tarifa de energia elétrica, Coimbra ressalta que qualquer variação repercute fortemente em toda a cadeia produtiva. A coordenadora do curso de Finanças da UFC Sobral, Alessandra Araújo, acredita que a proximidade do início da Copa do Mundo também contribui para a elevação dos preços de alimentos fora de casa.
com O Povo