terça-feira, 30 de abril de 2013

Nova avenida no Cocó é vetada por Roberto Claudio


Prefeito Roberto claudio vetou projeto da Via.
 O prefeito Roberto Cláudio (PSB) vetou ontem a inclusão no sistema viário de Fortaleza da “via paisagística” nas imediações do Parque do Cocó. Na noite de ontem, ele recebeu o procurador-geral do Município, José Leite Jucá, e decidiu pelo veto parcial ao terceiro parágrafo do projeto de lei complementar (PLC) que promove série de alterações no sistema de trânsito da Capital. O PLC é originário de mensagem da própria Prefeitura e foi aprovada na semana passada pela Câmara Municipal. O texto original prevê, sobretudo, a ponte estaiada sobre o rio Cocó, que o Governo do Estado pretende construir, com financiamento do Governo Federal. No entanto, o terceiro parágrafo foi resultado de emenda apresentada no próprio Poder Legislativo. Foi vetada apenas essa parte. O resto do projeto foi sancionado - inclusive a ponte.
Enquanto isso, calçadão do parque precisa de reparo
A nova via iria da avenida Sebastião de Abreu até o prolongamento da rua Almeida Prado. Ela acompanharia a cerca do Parque do Cocó e o separaria da Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie) das Dunas do Cocó.
Em sua decisão, o prefeito argumentou que há uma série de questionamentos jurídicos em relação ao local, que vão desde a lei que criou a Arie até a delimitação do Parque do Cocó. Roberto Cláudio preferiu, então, não criar um novo polo adicional de polêmica, com possibilidade de trazer prejuízos para a região. Pelo menos não enquanto perdurarem tais controvérsias.

CÂMARA VOTARÁ VETO
O veto do prefeito deverá ser encaminhado hoje para a Câmara Municipal. Os vereadores têm poder para derrubar o veto do Poder Executivo. Mas, na atual correlação de forças e dado o apelo que o tema possui para a cidade, essa hipótese é uma improbabilidade do tamanho da área já devastada do mangue de Fortaleza.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Exportações cearenses cairam no 1º trimestre


Setor calçadista teve forte influencia na queda das exportações
As exportações cearenses totalizaram US$ 275,6 milhões no primeiro trimestre de 2013, queda de -16,2 em relação o mesmo período de 2012, quando o estado vendeu US$ 328,8 milhões. Calçados, couros, frutas, ceras vegetais, castanha de caju, sucos e óleos lubrificantes respondem por mais da metade das vendas cearenses no período. Destaque também para o comércio de geradores/eletroeletrônicos (US$ 13,6 milhões) e químicos (US$ 5 milhões). 
Os números são da pesquisa Ceará em Comex, elaborada pelo Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) a partir de dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
Com esse resultado, o Ceará representa 0,54% das exportações brasileiras, de janeiro a março deste ano. Dentre os estados do Nordeste, o estado ocupa a quarta posição, com 16,2% de participação. O principal destino dos produtos cearenses é a União Europeia, que responde por mais de 30% do valor exportado, tanto no mês de março, quanto no acumulado do ano. 
As exportações para a China e os Estados Unidos têm diminuído, e alguns países europeus, africanos e sul-americanos vêm ganhando destaque, como Argentina, Alemanha, Colômbia e Nigéria. 
Quanto às importações de janeiro a março de 2013, o valor foi de US$ 801,5 milhões, incremento de 31,9% em relação ao mesmo período de 2012 (US$ 525.8). Em relação às importações brasileiras, a participação do Ceará passou de 1,01% em 2012 para 1,46% em 2013. O destaque é a evolução registrada nos setores de ferro e aço (US$ 2 milhões em janeiro, US$ 88 milhões em fevereiro e US$ 136 milhões em março). Com trigo e combustíveis, esses setores representam 57,3% das compras cearenses. 
Considerando o valor importado, Trinidad e Tobago, com US$ 50.7 milhões, foi o principal país de origem em março. Com China e Argentina, no acumulado do primeiro trimestre, são os países mais representativos, com valor importado acima de US$ 100 milhões cada. 

Aneel definiu política de contratação de energia eólica


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou ontem, as diretrizes do leilão para Contratação de Energia de Reserva, que será realizado no dia 23 de agosto de 2013. Os produtores de energia eólica esperam para comercialização um montante superior ao valor vendido no pregão do ano passado que não ultrapassou 282 megawatts (MW). Os números são da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).A expectativa de crescimento do mercado está inteiramente ligada ao sucesso do novo leilão de energia, é o que diz o diretor comercial da Wobben WindPower no Brasil, Eduardo Lopes, empresa que fabrica geradores, turbinas pás eólicas e que possui uma filial próxima ao Porto do Pecém.
Segundo ele, o anúncio do pregão manterá o fôlego da cadeia eólica em 2013. “O ano passado foi atípico para nós. O volume comercializado ficou abaixo do esperado”. Segundo ele, para que o a cadeia produtiva eólica não tenha queda, o governo tem de manter o volume de vendas de energia igual ou superior a 2GW/ano.
Para a presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABBEÉolica), Élbia Melo, a demanda por energia dos ventos deve aumentar. “O mercado está favorável para expansão de novos projetos, por se tratar de uma fonte competitiva”, destaca. Ela revela que no próximo ano poderá ocorrer mais um leilão para comercializar 3 GW à cadeia eólica.
Apesar de o setor estar em franca expansão, a presidente da ABEEólica crê que maior o gargalo é a ineficiência do setor logístico. “O crescimento da fonte eólica exige uma logística especial para o transporte dos equipamentos”, avalia.
Os produtores que comprarem a quantidade em gigawatts no Leilão de Energia de Reserva terão de adequar os projetos dos parques eólicos para construção de linhas de transmissão. 

Isso significa que empreendedor terá de construir a usina eólica e todo cabeamento elétrico até uma subestação, que distribui o fluxo de energia “Em outros leilões, uma empresa diferente da que comprou os megawatts assumia a conexão. Algumas atrasavam as obras, ao passo que os parques eólicos já montados não produziam energia, gerando um custo”, aponta Wobben.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

239 vagas de emprego em Maracanaú

239 vagas de emprego em ajudantes de caga e descarga
O Sine Municipal de Maracanaú está ofertando 239 vagas de emprego. As oportunidades são para: ajudante de carga e descarga de mercadoria, alimentador de linha de produção, almoxarife, auxiliar de cozinha, auxiliar de tesouraria, auxiliar de linha de produção, almoxarife, assistente técnico de caldeira, atendente de mesa, auxiliar de almoxarifado, auxiliar de cozinha, auxiliar de estoque, auxiliar de laboratorista,  bombeiro civil, costureira em geral, cozinheiro em geral,  motorista de caminhão, recuperador de crédito, serviços gerais, operador de caldeiras, entre outras vagas disponíveis. O Sine Municipal fica localizado na Avenida I, n° 17, Jereissati I – no Feira Center. Para fazer o cadastro basta comparecer ao local portando o RG, CPF, comprovante de residência e, se possuir, certificados em cursos. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Modelo de desenvolvimento sustentável em Recife

Promovendo Estratégias de Desenvolvimento Urbano
O Recife será cidade-modelo em um projeto internacional de desenvolvimento sustentável. A Prefeitura do
A ação visa garantir o desenvolvimento com o uso racional dos recursos naturais e menor emissão de gases de efeito estufa. No Brasil, apenas duas cidades foram escolhidas para se tornar modelo da iniciativa: Recife e Fortaleza.
De acordo com a secretária de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife, Cida Pedrosa, que participa do evento em Brasília, o projeto demonstrará à Prefeitura estratégias bem sucedidas de desenvolvimento urbano com baixa emissão de carbono, mas adaptadas ao contexto local.
Além do Brasil, o projeto abrangerá cidades na Índia, Indonésia e África do Sul. Como integra uma iniciativa global, o Urban Leds ainda prevê a criação de um sistema de redes informação entre as cidades participantes para que sejam compartilhadas experiências, conhecimento técnico, tecnologias, inovação, pesquisa e financiamento. O intercâmbio envolverá não só os integrantes do projeto como as cidades parceiras europeias e de outros países emergentes, além do setor público e privado.
Recife assinou, na terça-feira, 23, às 19h, em Brasília, o convênio com a ONU-Habitat, por meio do instituto Iclei, para implantação do Urban Leds – “Promovendo Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono em Países Emergentes”.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Lei das antenas será votada

Paulo Barnardo, ministro das Comunicações
O ministro Paulo Bernardo (Comunicações) disse ontem, que a CCT (Comissão de Ciência e Tecnologia) da Câmara dos Deputados deve votar nos próximos 15 dias, o projeto de lei que uniformiza as regras para a instalação de antenas do setor de telecomunicações. As teles dizem que parte das dificuldades que encontram para aumentar a qualidade da transmissão do sinal de voz e dados no País se deve às restrições que Estados e municípios impõem à instalação desses equipamentos.

Ausência
A ausência de uma lei federal agrava a situação, segundo as operadoras, criando uma grande diferença entre as exigências em cada região. Segundo Bernardo, a apreciação antecipada do projeto pela comissão pode facilitar a aprovação final do documento, porque as alterações no texto feitos na CCT diminuem as discussões no plenário.
Infraero - O ministro disse também que a Infraero firmou novo acordo com as operadoras de telefonia móvel para que possa ser ampliado o número de antenas dentro dos aeroportos, inclusive frequências de banda larga. A medida deve melhorar a qualidade do sinal para os usuários, mas Paulo Bernardo não detalhou prazos para que isso ocorra.
"As operadoras queriam instalar mais antenas, mas ainda tinham de resolver uma briga com a Infraero. Agora, eles fizeram um acordo comercial e vão fazer a cobertura dos aeroportos. Isso está resolvido", disse o titular das Comunicações.
Ele também comentou sobre regulação da mídia e reafirmou a posição de defesa à regulação dos veículos de comunicação, contanto que não haja censura.
Rádio e TV - Todos os setores têm marcos regulatórios. Por que não a mídia? Tem que ter. Há um capítulo na Constituição Federal que prevê isso. E nos termos da Constituição que não pode haver censura, controle de conteúdo. Mas que haja direito de resposta", defende o ministro.
Segundo Bernardo, as regras devem se aplicar às emissoras de rádio e de televisão. A regulação não valeria para jornais impressos ou portais da Internet.

Varejistas de fortaleza estão pessimistas com a Copa

57% dos varejistas estão pessimistas

Há menos de dois meses para o início da Copa das Confederações, tendo Fortaleza como uma das cidades-sede, apenas 43% dos comerciantes locais vêm se preparando para receber o evento. Este é o pior índice entre as capitais nordestinas que vão abrigar o torneio, uma vez que em Salvador e Recife, 54% e 52% dos empresários do setor, respectivamente, estão nessa mesma condição. Por aqui, entre aqueles que estão se preparando 69% tomaram a iniciativa há menos de seis meses.
Os resultados são de pesquisa encomendada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) realizado com varejistas e prestadores de serviços das seis cidades-sede do evento e revela percepções do empreendedor brasileiro sobre o nível de capacitação do próprio setor, a qualidade da infraestrutura do País para receber a Copa das Confederações e as expectativas sobre o perfil do consumidor estrangeiro.

Justificativas
 Segundo o documento, entre os motivos mais citados pelos 57% de comerciantes cearenses que não vêm se preparando para o torneio está o fato de não considerá-lo importante, com 20% das respostas; seguido de falta de capital para investimento (13%), não vê retorno para o negócio (12%) e falta de apoio governamental (12%).
Já entre os varejistas que vão investir no próprio estabelecimento para atender a demanda com a Copa das Confederações, a maioria (82%) teve que usar dinheiro do próprio bolso e somente 18% tomaram empréstimo em bancos, financeiras e outras fontes. Na média geral entre as cidades-sede, esses índices ficaram em 77% e 23%, respectivamente.
"É inaceitável que oferta de crédito no Brasil ainda seja direcionada para o grande empresário, sendo que 95% do comércio brasileiro é composto por micro e pequenas empresas. Os empréstimos não os alcançam, porque as taxas de juros oferecidas são caras e o acesso ao crédito é extremamente burocrático", argumenta o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior.
Embora o levantamento revele que 91% de todos os varejistas cearenses entrevistados acreditam que Copa das Confederações trará novas oportunidades de desenvolvimento para os negócios - aumento das vendas em torno de 32%, em média -, a maioria (83%) dos comerciantes nunca participou de palestras ou treinamentos de capacitação no atendimento ao turista.
"Apesar de toda publicidade do governo federal sobre uma política de treinamento e capacitação, o resultado que chegamos é de que o empreendedor não está sendo alcançado por esses programas", avalia Pellizzaro Junior.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Maracanaú lidera geração de empregos formais

Maracanaú teve melhor de geração de empregos em março/13
Maracanaú foi a cidade do Ceará que mais gerou empregos com carteira assinada neste último mês de março, conforme balanço mais recente divulgado pelo Mistério do Trabalho e Emprego – MTE. O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Caged do Ministério aponta que foram abertos 329 empregos formais na Cidade no mês e, em 2013, o saldo está positivo em 662 novas ocupações, segundo melhor resultado do Ceará. Nos últimos 12 meses, Maracanaú já contabiliza 1.742 novas ocupações. Destaques – Em Maracanaú, a indústria de transformação foi o grande destaque na geração de empregos no mês de março, com 249 novas vagas de empregos, seguida pelo comércio, com 63 ocupações adicionais, e setor de serviços, que apresentou saldo positivo de 55 empregos formais.
por Oswaldo Scaliotti

FIEC lidera Missão Empresarial Ceará-Israel

Roberto Macedo, presidente da FIEC
Uma comitiva de 23 empresários e executivos da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e da Confederação Nacional da Indústria (CNI),  liderada pelo presidente da FIEC, Roberto Proença de Macêdo, vai a Israel, pela segunda vez, para aprofundar conhecimentos e relacionamentos referentes à inovação tecnológica e temas de interesse do Programa de Cooperação Universidade e Empresa para a Inovação (Uniempre). Coordenada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/CE) e pelo Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará  (INDI), a Missão Empresarial Ceará-Israel é formada, também, por líderes acadêmicos e governamentais. Dentre eles o reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Jesualdo Farias, e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Virgílio Araripe, e representante do governo do estado.
A missão, que terá início dia 28 de abril e terminará no próximo dia 5 de maio, consolidará a segunda etapa do Uniempre. A primeira ida Israel ocorreu em 2011, quando foi iniciado o relacionamento da Universidade Ben Gurion, que presta consultoria à FIEC.
Segundo o presidente da FIEC, Roberto Proença de Macêdo, os integrantes da comitiva aprenderão na prática como é o processo de aproximação das empresas com as universidades e conhecerão os mecanismos de geração e transferências de tecnologia para as empresas. “Vamos lá conhecer, aprender e trazer a experiência israelense para esse processo que estamos conduzindo em busca da inovação na indústria, por meio do Uniempre, chegando ao máximo de aproveitamento”, disse.
A comitiva conhecerá experiências das empresas israelenses em inovação, centros de tecnologia, laboratórios de universidades, participará de encontros de negócios na capital Tel-Aviv e em cidades vizinhas, com o foco nos setores de tecnologia de alimentos, gestão de água, energias renováveis e tecnologia da informação na indústria.
Cada integrante da comitiva viajará com um kit contendo dados socioeconômicos sobre Israel, que tem despontado entre os principais criadores de tecnologias inovadoras no mundo. Os resultados da missão fornecerão novas ideias aos futuros passos do Projeto Uniempre, em implementação na FIEC, sob a coordenação executiva do INDI, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o SENAI.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Semiárido baiano terá produção de diamantes

Nordestina produzirá diamantes de 225 mil quilates
Com investimentos em torno de R$ 100 milhões, a empresa Lipari Mineração vai começar a produzir, em escala comercial, no primeiro trimestre de 2015, diamantes na mina de Braúna, em Nordestina, no semiárido baiano.
A produção média anual estimada de diamantes é de 225 mil quilates, ao longo da vida útil de 7 anos da mina à céu aberto, com possibilidade de desenvolvimento de mina subterrânea. “Teremos a primeira mina de diamantes de fontes primárias da América do Sul“, comemora o governador Jaques Wagner, feliz com a possibilidade da Bahia entrar no seleto clube dos maiores produtores mundiais de diamantes.
O Projeto Braúna abrange 22 ocorrências de kimberlito, rochas vulcânicas formadas à grandes profundidades e cuja existência é fundamental para que diamantes possam ser encontrados. Foco dos trabalhos de pesquisa gemológica e desenvolvimento desde 2008, o depósito da BR-03 é o maior dentre as ocorrências do Projeto Braúna.
“Em cinco anos, os resultados da unidade BR-03 foram altamente positivos, sendo extraídos os primeiros diamantes baianos da mina situada em Nordestina, a 259 Km de Salvador. Agora, em janeiro de 2013, atualizamos a estimativa de recursos minerais do depósito kimberlítico, com potencial mineral de mais 1,7 milhões de quilates”, explica o canadense Keneth W. Johnson, diretor-geral da Lipari. A meta da empresa é tornar-se a maior produtora de diamantes brutos da América do Sul.

ANP deverá utilizar Porto do Pecém como ponto estratégico

CIPP atenderia as regiões Norte e Norteste
O Ceará é apontado pela diretora-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Magda Chambriard, como um ponto estratégico para ancorar toda a nova atividade exploratória que será iniciada com a 11ª Rodada de Licitações de blocos de petróleo e gás, cujo foco são as regiões Norte e Nordeste. Além disso, ela afirma que o Estado deve se habilitar para o fornecimento de bens e serviços para as novas áreas de exploração e produção. "Já tem coisa demais no Sudeste. Vamos ver o que podemos fazer aqui no Norte e Nordeste", defendeu.
Magda esteve ontem em Fortaleza, onde conversou com empresários na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) e com o governador Cid Gomes, no Palácio da Abolição, além de visitar equipamentos ligados ao estudo de petróleo na Universidade de Fortaleza (Unifor). "O que o Ceará tem já instalado, com a possibilidade portuária, etc., já é suficiente para ancorar a atividade exploratória que vem pra cá nos próximos anos", afirmou a executiva.
Segundo ela, o Estado "está fortemente contemplado na 11ª Rodada de Licitações", onde possui 11 blocos em águas profundas em leilão na Bacia do Ceará, somando um total de 7,3 mil quilômetros quadrados ofertados. Além disso, alguns dos blocos da vizinha Bacia Potiguar também encontram-se em território cearense.
"A perspectiva é ótima. Nós vemos oportunidades relevantes na margem equatorial como um todo, inclusive na Bacia do Ceará, em águas profundas", afirmou. A margem equatorial engloba bacias que vão do Rio Grande do Norte ao Amapá.
O território cearense vem sendo visto como um dos destaques do certame, em virtude das novas descobertas da Petrobras na Bacia do Ceará, onde foi descoberto petróleo em seu primeiro poço em águas profundas, além da analogia geográfica com outras áreas da África e da América do Sul, que também vem se mostrando promissoras. Uma dessas analogias é o campo de Jubilee, em Gana, que tem apresentado ótimos resultados na exploração. "Nós não estranharemos se tivermos algum Jubilee aí. E, se confirmar isso, precisamos de porto, e um estaleiro no Ceará seria bem-vindo", sugeriu aos empresários, durante encontro na Fiec. E acrescentou: "A 11ª Rodada está sendo por aqui, e queremos botar encomenda de navios aqui também".
Ela afirmou que as áreas em oferta no Ceará são vistas como "quentes", ou seja, com forte possibilidade de arremate no leilão, mas defendeu que as oportunidades para o Estado vão bem além disso. "O Ceará não é só as áreas da Rodada, é um estado estrategicamente colocado, com uma infraestrutura preparada, um porto importante, que é o Porto de Pecém, bem no meio de toda uma área que nós vamos licitar. Portanto, um estado estrategicamente colocado só tem a se beneficiar não somente com a exploração e produção, como também com toda uma prestação de serviços e fornecimento de bens para apoio a essa atividade exploratória em toda essa margem equatorial brasileira".

Prefeitura de Maracanaú insentiva as belezas naturais da cidade

A Prefeitura de Maracanaú, por meio da Secretaria do Meio Ambiente - Semam, abre inscrições para o 2° Concurso de Fotografia “Belezas Naturais de Maracanaú: Não destrua, fotografe!”. O concurso é aberto a fotógrafos amadores e profissionais de todas as idades, residentes em Maracanaú. Poderão ser fotografadas apenas as belezas naturais do Município. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail; belezasdemaracanau@hotmail.com
Também deve ser informado o nome e enviados, em anexo, comprovante de endereço e fotografia no formato 'JPEG' com tamanho mínimo de 4mb. Serão escolhidas 25 fotos e três serão premiadas. As premiações para os vencedores são: notebooks para primeiro e segundo colocados e máquina fotográfica para o terceiro lugar. As 25 fotos selecionadas irão participar da exposição “Belezas Naturais de Maracanaú”, que será promovida pela Semam. As inscrições podem ser realizadas até o dia 1° de agosto de 2013.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Fireso capacita profissionais da segurança pública

O Instituto FIEC de Responsabilidade Social (Fireso) atua, desde 2007, na capacitação de profissionais da segurança pública do Ceará. Nos próximos dias 25 e 26 de abril, membros da Polícia Militar participam de formação na área de qualidade de vida e passam por avaliação nutricional, postural e física.

O Programa de Segurança Pública possui uma rede de parcerias, formada principalmente entre os Comandos da Polícia Militar, Instituições de Ensino Superior e voluntários, na realização de cursos, palestras e oficinas para os profissionais da segurança pública, ensejando a ampliação das competências cognitivas e sociais.

No próximo dia 25 de abril, às 8h, os policiais participam do workshop Qualidade de Vida, com o educador físico Eugênio Monteiro, no Centro Psicossocial da Polícia Militar (CEOPS). A ideia é buscar a excelência pessoal e o equilíbrio físico, mental e emocional para uma melhor prestação de serviços à sociedade. O workshop também trabalhará temas como estresse, depressão e seus impactos na vida pessoal e profissional  e a importância da busca do equilíbrio emocional. Na oportunidade, serão repassadas informações sobre saúde, baseadas no pentáculo da qualidade de vida definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), que utiliza o método para medir as condições de vida de um ser humano. Esse método envolve o bem físico, mental, psicológico e emocional, relacionamentos sociais, como família e amigos e também saúde, educação e outras circunstâncias da vida.

Feijão será o novo vilão da inflação

Feijão, cotado para ser o próximo vilão
A refeição do dia a dia do brasileiro deverá continuar cara. Depois do aumento da salada, puxada pela disparada do preço do tomate, será a vez do arroz com feijão pesar no orçamento do consumidor. É que, segundo o economista e sócio-diretor da Global Financial Advisor, Miguel Daoud, o tomate pode sair de cena, mas o feijão tomará o lugar de vilão da inflação nas próximas semanas. "A inflação de alimentos não vai dar sossego. O preço do feijão já está subindo", alerta Daoud.
O especialista considera que o aumento está ligado ao fato de o governo, via Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), não ter reunido condições para não estocar o grão no ano passado. Isso teria ocorrido porque o preço da saca de feijão, no atacado, permaneceu acima do preço do mínimo em 2012.
De acordo com o AE Agronegócios, serviço especializado da Agência Estado, no Paraná (maior produtor de feijão do País), o preço da saca de 30 quilos do grão subiu 25,85% para R$ 154,66, de 8 a 11 de abril, em relação ao acompanhamento da semana anterior, quando a saca era R$ 122,89 no atacado.
Soma-se a isso a informação da própria Conab. Ao divulgar o sétimo levantamento de safra do grão, disse que, considerando as três safras do ano, a produção do feijão tende a ser ainda menor nos próximos levantamentos, em virtude do "clima chuvoso no Sul do País e seco no Nordeste".

ExpectativaNo total, a expectativa é a de que a safra 2012/13 poderá chegar a de 2,987 milhões de toneladas de feijão, em comparação com 2,919 milhões de toneladas na safra anterior, representando um aumento pequeno de 2,3%.
Na ponta do consumidor, segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), só na segunda quadrissemana (período de 30 dias encerrados no último dia 15), o preço do feijão subiu 5,06%.
O economista explica que a questão nem passa pelo peso do produto na composição do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é pequeno, mas pela capacidade que ele tem de disseminar inflação. O peso dos feijões carioca, mulatinho, preto e fradinho, somados, no IPCA é de 0,43%. O problema, explica Daoud, é que, por ser um produto frequente na dieta diária do brasileiro, o feijão tem poder para disseminar inflação por toda a refeição, dentro e fora do domicílio.

Planos de saúde pleiteiam 10% de reajuste

Agencia Nacional de Saude decidirá em maio
A Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge), que representa as operadoras de saúde suplementar no País, defende aumento de 10% nos valores dos planos, embora não acredite que o percentual seja aprovado pela Agência Nacional de Saúde (ANS). A ANS, reguladora das prestadoras, deve anunciar o reajuste em maio, após a proposta passar pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento.
O presidente da Abramge, Arlindo de Almeida, tem certeza de que a Agência não aprovará o pedido. Isso porque o índice de 10%, caso aceito, ficaria acima da inflação registrada no País nos últimos 12 meses, que corresponde a 6,59%, pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).
"O governo está tentando segurar a alta nos preços de qualquer maneira", afirma. Em 2012, os planos tiveram aumento de 7,93%, índice quase 2,5 ponto percentual acima do concedido pela ANS em 2008.

JustificativaPara justificar o pedido de reajuste de "dois dígitos", Arlindo de Almeida argumenta que, com base em levantamento realizado pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), os custos das operadoras de saúde suplementar tiveram alta de 16,4% no último ano.
"Esse crescimento engloba apenas os planos individuais e familiares. Os empresariais, em que as negociações acontecem entre as prestadoras e os empresários, registraram alta nos gastos em torno de 12%. As operadoras grandes foram as que mais tiveram prejuízos", fala.
Arlindo de Almeida informa que, para compensar os custos das operadoras, "reconhecidos pela própria ANS", o governo deve garantir às empresas desonerações em alguns impostos federais.
"Mas, ainda não sabemos como será essa compensação", declara, criticando o fato de o reajuste precisar passar pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento. "De técnico, essas pastas não têm nada. Têm muito de político", argumenta o presidente da Abrange.

RespostaA ANS, por meio de sua assessoria de imprensa, preferiu não se manifestar sobre as possíveis desonerações e nem a respeito da possibilidade de aceitar o aumento de 10% nos planos, defendido pela Abramge.
"O que podemos dizer é que a ANS está procedendo de forma usual para que o percentual de reajuste anual para os planos de saúde seja divulgado em maio de 2013", comunicou o órgão, em nota enviada à reportagem do Diário do Nordeste.
A ANS define o reajuste dos planos de assistência médica com ou sem odontologia individuais/familiares novos, contratados desde 2 de janeiro de 1999, quando entrou em vigor a Lei 9.656/98.
Conforme o órgão, o universo de planos individuais/familiares novos no Brasil é de 8.416.778, segundo dados de dezembro de 2012. No total, são 47.943.091 beneficiários.

sábado, 20 de abril de 2013

Chuvas em outros estados baixam a energia no NE

Redução do megawatt-hora será em função da oferta das Hidro
As chuvas trazidas por uma frente fria esta semana ocasionaram volume significativo de água nas bacias dos rios Uruguai, Iguaçu, Paraná, Paranapanema, Tietê e Paranaíba, informou o ONS (Operador Nacional do Sistema). Com isso, o preço da energia para a próxima semana (20 a 26/4) caiu a R$ 126,89 o megawatt-hora, contra R$ 140,67/MWh da semana passada, e bem distante dos mais de R$ 500 praticados no inicio deste ano. Mesmo assim, todas as usinas térmicas do país continuarão ligadas, para garantir o enchimento dos reservatórios das hidrelétricas para enfrentar o período seco (maio a novembro).
A mudança não afeta a conta de luz do consumidor. Esse preço é usado para liquidar os contratos do mercado livre de energia -aquele negociados entre grandes consumidores, como fábricas e shoppings.
Segundo o ONS, para o início desta semana também é esperada uma frente fria que poderá levar chuva à bacia do rio São Francisco, que nasce em Minas Gerais e abastece a região Nordeste, a mais castigada pela pior seca dos últimos 50 anos no Brasil. A situação dos reservatórios das hidrelétricas do subsistema Nordeste eram os mais baixos ontem, segundo medição do ONS, com 46,55%.
A região Norte registrava a melhor situação, com 96,31%, seguida do Sul, com 65,12% e Sudeste/Centro-Oeste, com 60,94% do total.

RN investe R$ 8 mi em projetos no estado

Programa Território da Cidadania cria novos roteiros turísticos
As ações voltadas para a promoção de mudanças em municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), característica principal do programa Territórios da Cidadania, serão intensificadas no Rio Grande do Norte. O estado é referência no Brasil no que se refere a essa iniciativa.
Entre as atividades previstas para serem executadas este ano nos seis projetos capitaneados pelo Sebrae no Rio Grande do Norte estão a criação de três novos roteiros turísticos e a implementação de novas estratégias que promovam a integração entre os 112 municípios potiguares beneficiados. Serão investidos mais de R$ 8 milhões.
Com a criação dos novos roteiros turísticos, o Rio Grande do Norte, que já possui outros três itinerários criados a partir das ações desenvolvidas pelo programa Territórios da Cidadania, contará com opções relacionadas a potencialidades turísticas que ainda não são exploradas, a exemplo da religiosidade.
Também está prevista a consolidação de mecanismos voltados para a implementação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa e do projeto Negócio a Negócio, que, sozinho, detém 60% dos recursos destinados aos projetos do Territórios da Cidadania no estado.

Maiores Pás Eólicas do Brasil sairam do Pecem

Industria da Acciona no Pecém produzindo Pás Eólicas  
O Porto do Pecém vai embarcar as maiores pás eólicas já construídas no Brasil. Ao todo serão 30 pás com 56,7 metros de extensão cada uma e terão como destino o porto de Rio Grande, no Rio Grande do Sul.
As pás foram produzidas pela empresa Aeris, que se localiza no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), e serão transportadas pela empresa Acciona.
O navio que fará o transporte das pás é o Pio Grande, e deve atracar neste sábado, 20, no Porto do Pecém. As 30 pás eólicas encontram-se armazenadas no Terminal de Múltiplo Uso (TMUT) do Pecém e o tempo previsto para o navio atracar no porto de Rio Grande é de seis a sete dias.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Programação para o "Dia do Índio" em Maracanaú

Índios da Reserva Pitaguary
O Dia do Índio será comemorado amanhã, 19, em Maracanaú, com passeio ciclístico e caminhada na Reserva Indígena Pitaguary. O evento envolverá cerca de 300 pessoas da comunidade, além de 100 jovens do Projovem Adolescente do Centro de Referência de Assistência Social – Cras Indígena. A saída será às 8h30min, da Casa de Farinha, localizada no bairro Horto, em frente à Escola César Cals Neto, seguindo até a mangueira centenária, na Reserva Indígena.

Bahia terá Centro de Tecnologia do Café

Centro vai desenvolver tecnologias para produção
A Bahia terá no município de Barra do Choça, a cerca de 29 km de distância da Vitória da Conquista, um Centro de Tecnologia do Café, que será implantado no campo experimental da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA). Também na região, mais especificamente em Conquista, será realizado o 8º Seminário Brasileiro de Pesquisas do Café, organizado pela Embrapa Café. 
As novidades foram anunciadas pelo secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, que comemorou tanto a implantação do Centro quanto a realização do seminário mais importantes para a região. 
A implantação do Centro de Tecnologia do Café em Barra do Choça vai desenvolver tecnologias apropriadas para a região e dar suporte ao produtor, disse Gabriel Bartholo. Na visão de Salles “finalmente a Bahia deixará de utilizar somente tecnologias desenvolvidas em outros estados, que têm condições climáticas diferentes das nossas. Agora serão testadas novas variedades e pacotes tecnológicos adaptados a cafeicultura baiana”.

Médicos protestam contra as operadoras de plano de saúde

Manifesto dos médicos reivindica melhorias para a categoria

Médicos cooperados das empresas de plano de saúde em todo o Brasil realizarão no próximo dia 25 o "Dia Nacional de Alerta aos Planos de Saúde", um manifesto que reivindica melhorias para a categoria junto às operadoras.
Dentre as ações programadas para a data, estão coletivas com a imprensa, cafés da manhã, assembleias, caminhadas e até mesmo a suspensão do atendimento aos usuários. Cada Estado define como irá protestar. No Ceará, um café da manhã dos médicos com a imprensa está programado para acontecer às 8h30 na sede do Sindicato dos Médicos, na Aldeota.
Os cooperados reivindicam o reajuste das consultas e dos procedimentos médicos, tendo como referência a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM) em vigor, além do apoio ao Projeto de Lei que trata dos contratos e da periodicidade de reajuste aos cooperados.
Para a presidente da Associação dos Médicos Cearenses, Maria Sidneuma Ventura, as operadoras interferem na relação médico-paciente. "O precário atendimento que a população está tendo não é culpa dos médicos, mas sim das operadoras. Elas não remuneram, interferem e atrapalham a relação médico-paciente. Eles pagam um plano de saúde caro, mas não têm atendimento à altura", pontua.
Abramge diz que movimento é aceitável, desde que não prejudique usuários
Em nota, a Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge), responsável institucional pelos planos de saúde, diz que, apesar de fazer parte dos estudos que analisam novos modelos de remuneração a prestadores de serviço de saúde suplementar, a negociação sobre remuneração é acordada entre operadoras e cooperados, devido às diferenças nas características de cada região, além das diferentes especialidades médicas e dos contratos das as operadoras com seus prestadores de serviços.
A Abramge também ressalta que as reclamações de usuários contra planos de saúde, segundo relatório anual dos Procons de todo Brasil, representam apenas duas a cada 100 mil procedimentos.
Ainda na nota, a Associação disse que "o movimento dos médicos é aceitável, desde que não prejudique o atendimento aos beneficiários dos planos de saúde".

SESI-CE aborda trabalho feminino

Segurança no trabalho é o tema da 4ª Jornada Sesi
O Serviço Social da Indústria (SESI/CE), entidade do Sistema FIEC, promove nesta quinta e sexta-feira (18 e 19/04) a 4ª Jornada SESI de Saúde e Segurança no Trabalho, com o tema Saúde e Segurança Integral para os Trabalhadores. O encontro será realizado na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) pela manhã e tarde, e contará com programação envolvendo cursos, palestras e mesas redondas. Este ano, a jornada terá a participação de Mário Bonciani, vice-presidente da Associação Nacional de Medicina do Trabalho e ex-diretor do Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego
A programação desta quinta-feira foi destinada à realização dos cursosWorkshop NR35 (norma regulamentadora do Ministério do Trabalho que estabelece os requisitos mínimos e medidas de proteção para o trabalho em altura),  ministrado por Teócrito Silva Barbosa, e Gestão em Saúde do Trabalhador, com o médico especialista em medicina do trabalho, Mário Bonciani. 
Já nesta sexta-feira será realizada, pela manhã, a partir das 8h30, a conferência Saúde e Segurança Integral para os Trabalhadores, tambémministrado por Mário Boncioni. O evento será seguido de mesa redonda, que contará com as participações dos médicos do trabalho Gláuber dos Santos Paiva e Cristiane Alencar, e da enfermeira do trabalho do Grupo M. Dias Branco, Dina Emanuela Coutinho. No período da tarde, ocorrerá a conferência Trabalho da Mulher, com a diretora científica da Sociedade Gaúcha de Medicina do Trabalho, Lúcia Rohde.
A jornada de SST faz parte das ações do Centro de Estudos do SESI, no qual são discutidos temas relacionados à saúde e à segurança do trabalho no âmbito da instituição. Em 2010, dois grandes eventos foram promovidos, a 1ª. Jornada de SST e o 1º. Simpósio Interno de Temas Livres. No primeiro, realizado em abril, ocorreram cursos sobre ergonomia e acidentes de trabalho, dentre outros. Em 2011, o tema da jornada foi Paradigmas Atuais na Prevenção Física e Psíquica Laboral, tendo sido tratados aspectos da gestão do absenteísmo e da saúde mental no trabalho, além de Ler/Dort e assédio moral. No passado, o evento discutiu os Novos Cenários da Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho.


quarta-feira, 17 de abril de 2013

Tenda Sesc Itinerante em Maracanaú

Com a proposta de associar cultura e educação, teve inicio ontem, 16, a Tenda Sesc Itinerante em Maracanaú. A abertura foi realizada com um cortejo artístico entre a Praça Valdemar de Alcantâra e a praça da CDL, no Jereissati, local este onde acontecem todas as atividades. O evento é uma ação do Serviço Social do Comércio – Sesc em parceria com a Prefeitura de Maracanaú, por meio da secretaria de Juventude, Cultura e Turismo A programação é gratuita e acontece com atividades físicas, oficinas, musicais, brincadeiras, danças, teatro, shows de humor, jogos, cinema, entre outras atrações. A Tenda Sesc Itinerante acontece até o dia 26 de abril,  tendo como objetivo possibilitar à população acesso ao lazer, através de linguagens criativas e diversas. (Artur Filho)

Fogo na floresta

A seca coloca as floresta em alto risco de incendio
O alto risco de incêndios florestais em decorrência da seca fez com que o governo federal anunciasse estado de emergência ambiental no Ceará. A decisão foi divulgada nesta quarta-feira, 17, no Diário Oficial da União (DOU), e já está vigorando.  
Segundo publicação do Ministério do Meio Ambiente, as ameaças eminentes de focos de queimadas e incêndios florestais, que historicamente se manifestam na estação seca, caracterizam "alto risco ambiental". 
A publicação acelera a contratação temporária de brigadistas por até seis meses, para o atendimento de emergências ambientais relacionadas a incêndios florestais e queimadas. A lei permite que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) contrate até 2.520 brigadistas para atendimento de emergências ambientais. 

Engenheiros são os que ganham mais em Fortaleza

A média salarial do cargo é de R$ 9.100,80
Engenharia de obras é a área com melhores salários em Fortaleza, segundo pesquisa realizada pela empresa Catho, site brasileiro de classificados de currículos e vagas de emprego. A média salarial do cargo é de R$ 9.100,80. Entre os dez postos de trabalho melhor colocados no ranking da Catho, a engenharia destaca-se em seis deles. O estudo, realizado trimestralmente pela empresa, busca traçar um panorama das demandas atuais do mercado de trabalho. O destaque das engenharias, divulgado recentemente, é uma média dos meses de todo o ano passado.
Luís Testa, diretor de marketing da Catho aposta o aquecimento das engenharias no fato de Fortaleza ser uma cidade-sede da Copa. A presidente do Sindicato dos Engenheiros do Estado do Ceará (Senge-CE), Thereza Neumann, ratifica que a quantidade elevada de obras em virtude da Copa trouxe a construção civil para o centro das atenções, mas esclarece que o bom momento da profissão já vem sendo verificado há alguns anos.

terça-feira, 16 de abril de 2013

Licença Ambiental fortalece o crescimento sustentável em Maracanaú

A Prefeitura de Maracanaú, por meio da Secretaria do Meio Ambiente – Semam, divulga balanço com o número de atendimentos, no ano de 2012, no quesito licenciamento ambiental. De janeiro a dezembro, foram encaminhados 258 requerimentos. Após a solicitação, a Secretaria envia uma equipe de fiscalização para o local. A partir daí, são analisados os danos ou futuros prejuízos ambientais. Em seguida, é gerado um boleto bancário para concluir o procedimento. O licenciamento ambiental é dividido em quatro etapas: licença prévia, licença de instalação, licença de operação e licença única. Com esta ferramenta, o Município de Maracanaú busca, desde 2007, garantir que essas medidas estejam de acordo com o desenvolvimento sustentável e com as políticas ambientais, indispensáveis ao crescimento da Cidade. (Artur Filho)

segunda-feira, 15 de abril de 2013

SFIEC doa cestas básicas para os atingidos pela seca

SFIEC via Sesi/Ce doa 1.900 cestas básicas aos atingidos pela seca no Ceará
O Sistema FIEC, por meio do Serviço Social da Indústria (SESI/CE), irá doar nessa quarta-feira, 17/4, às 10h, na sede da 4ª seção do Corpo de Bombeiros, 1.900 cestas básicas para serem distribuídas entre os atingidos pela seca no Ceará. Os alimentos serão entregues à Defesa Civil, que encaminhará as doações de acordo com o mapa da seca, que leva em consideração os municípios mais necessitados.

Para o superintendente regional do SESI/CE, Francisco das Chagas Magalhães, o Sistema FIEC, ao adotar a responsabilidade social como valor, reafirma que esse é um comportamento que deve fazer parte do modelo das organizações. “Não poderíamos nos omitir diante do sofrimento de tantos cearenses. Estamos fazendo nossa parte e esperamos incentivar outras instituições e empresas a fazer o mesmo”, disse.

As doações têm destino garantido, já que o Ministério Público está fiscalizando todo o processo. “Queremos agir pela pedagogia do exemplo e sensibilizar outras federações a também agir assim”, anseia Magalhães. A entrega das cestas será feita pelo superintendente do SESI e pela vice-presidente do Instituto FIEC de Responsabilidade Social (FIRESO), Wânia Dummar.

Cada cesta básica é formada pelos seguintes produtos: açúcar, arroz, feijão, farinha, café, macarrão, óleo de soja, sal, massa de milho, leite em pó integral, carne moída, sardinha e carne de charque.
Dos 184 municípios cearenses, 178 decretaram estado de emergência, até o momento, nesta que é a pior seca dos últimos 50 anos, segundo informações do governo federal.

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Exportações cearenses registram nova queda

Queda no primeiro trimestre chegou a 16,2%
As exportações cearenses totalizaram US$ 275,6 milhões no primeiro trimestre de 2013, queda de -16,2 em relação o mesmo período de 2012, quando o estado vendeu US$ 328,8 milhões. Calçados, couros, frutas, ceras vegetais, castanha de caju, sucos e óleos lubrificantes respondem por mais da metade das vendas cearenses no período. Destaque também para o comércio de geradores/eletroeletrônicos (US$ 13,6 milhões) e químicos (US$ 5 milhões). Os números são da pesquisa Ceará em Comex, elaborada pelo Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) a partir de dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
Com esse resultado, o Ceará representa 0,54% das exportações brasileiras, de janeiro a março deste ano. Dentre os estados do Nordeste, o estado ocupa a quarta posição, com 16,2% de participação.  O principal destino dos produtos cearenses é a União Europeia, que responde por mais de 30% do valor exportado, tanto no mês de março, quanto no acumulado do ano. As exportações para a China e os Estados Unidos têm diminuído, e alguns países europeus, africanos e sul-americanos vêm ganhando destaque, como Argentina, Alemanha, Colômbia e Nigéria. 
Quanto às importações de janeiro a março de 2013, o valor foi de US$ 801,5 milhões, incremento de 31,9% em relação ao mesmo período de 2012 (US$ 525.8). Em relação às importações brasileiras, a participação do Ceará passou de 1,01% em 2012 para 1,46% em 2013. O destaque é a evolução registrada nos setores de ferro e aço (US$ 2 milhões em janeiro, US$ 88 milhões em fevereiro e US$ 136 milhões em março). Com trigo e combustíveis, esses setores representam 57,3% das compras cearenses. 
Considerando o valor importado, Trinidad e Tobago, com US$ 50.7 milhões, foi o principal país de origem em março. Com China e Argentina, no acumulado do primeiro trimestre, são os países mais representativos, com valor importado acima de US$ 100 milhões cada. 

Expositores lançam tendencia no Luxo de Festa 2013

Feira Luxo de Festas mostrará tendencias
Com o intuito de estimular a expansão do mercado de eventos em Fortaleza, o Luxo de Festa, que chega a sua 3º edição, teve início ontem, no Centro de Eventos do Ceará. Durante os próximos dias da feira, que ocorre até domingo (14), serão apresentadas as últimas novidades e tendências do setor.
e acordo com César Serra, franqueador da marca, o Ceará vive um momento de crescimento no segmento. "O Estado ocupa, atualmente, o 3º lugar em faturamento nesse setor. Por conta disso, o número de profissionais voltados para esse nicho só tende a crescer", detalha.
Na edição 2013, o evento conta com cerca de 80 expositores especializados em diversas áreas do mercado, como decoração, foto e vídeo, música, lojas de aluguel, de roupas de festas, doces, bolos, dentre outros.
Conforme César, além de apresentar novas tendências, a feira tem a finalidade de aproximar o cliente do profissional. "A ideia é fazer com que o consumidor tenha tudo para sua festa em um único local, ou seja, a partir da feira, conheça os profissionais e escolha aquele que melhor se encaixe no seu perfil".

Pernambuco participa do "Road Show" nos EUA

Road Shows 2013 vai passar por várias cidade Americanas
A Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur-PE), através da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), participa do “Road Show” da operadora de turismo Latour na costa oeste dos Estados Unidos. O evento tem como objetivo capacitar e divulgar os destinos brasileiros em um curto tempo, para o maior numero de cidades americanas. O Road Show teve início neste domingo, 7, e vai até o dia 14 de abril.
“Participar de eventos no mercado americano é de grande importância. O EUA figura o segundo lugar no ranking dos países que mais enviam turistas para o Estado. Queremos mostrar o que Pernambuco tem de melhor”, afirma o presidente da Empetur, André Correia.
A programação do evento inicia em Seattle - Washington e passa por Portland – Oregon – depois vai para San Francisco, Beverly Hills, Woodland Hills, Irvine, San Diego e Los Angeles, todos na Califórnia. O encontro com os operadores e agentes das cidades está acontecendo em dois formatos: café da manhã e jantar, todos com um momento destinado a palestras das cidades brasileiras.
Para a divulgação, Pernambuco conta com folheteria e material promocional, além das palestras para cerca de 400 operadores e agentes de viagens. Nas apresentações estão sendo abordados temas como: atrativos turísticos, gastronomia, artesanato, cultura, além dos preparativos do Estado para receber a Copa das Confederações e a Copa do Mundo.

Grendene vai construir mais uma fábrica em Sobral

Complexo Industrial da Grendene em Sobral/Ce.
Após reunião com o Presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico, Alexandre Pereira, e diretores da empresa Grendene, ficou confirmada a construção no Ceará de uma nova instalação da fabricante de calçados. A nova planta será localizada em Sobral, no Norte do Estado, e será a oitava unidade da empresa no município.
Com uma área de 26.000m², a nova fábrica da Grendene em Sobral irá elevar a capacidade de produção em 40 milhões de pares de calçados e gerar cerca de 4.000 empregos, e deve começar a operar ainda neste ano. Com a ampliação, a capacidade de produção no estado chega a 240 milhões de pares/ano. O investimento da empresa na construção e instalação da nova fábrica é da ordem de R$60 milhões.
De acordo com Alexandre Pereira, a ampliação do parque industrial da Grendene vai favorecer a população não apenas de Sobral, mas de toda a zona norte, com benefícios para todo o Ceará. “Essa nova fábrica é importante, pois amplia uma empresa com atuação já consolidada no estado, gerando mais emprego e renda para a população”, afirma o secretário.

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Dia de Inspiração SENAI: New York.

Evento promovido pelo Senai/Ce pretende reunir segmento
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/CE) promove nesta quinta-feira (11/04), a partir das 18h30, a palestra Dia de Inspiração SENAI: New York. O evento, que é aberto ao público, apresentará o resultado da Missão de Capacitação e Pesquisa em Moda na Parsons the School for Design, de Nova York, nos Estados Unidos, que esta sendo promovida neste mês de abril pelo SENAI e o Centro Internacional de Negócios (CIN). A apresentação será realizada no salão aberto da FIEC, térreo da Casa da Indústria, sede do Sistema FIEC.
A missão conta com a participação de 16 empresários cearenses do segmento de moda e faz parte do Circuito Moda Nova York, que contempla capacitações e pesquisa em cidades de referência mundial em moda e design. O objetivo é ampliar o conhecimento dos profissionais da área, visando suas aplicações na melhoria do design e na inovação de seus produtos.
A palestra que apresentará as principais tendências da moda para o Verão 2014 será ministrada pela docente e consultora do SENAI/CE, Cristina Feitosa. Uma das líderes da missão, Cristina também faz parte da equipe de pesquisadores do Caderno de Tendências Perfil do SENAI Nacional e é consultora de design de moda, estamparia e embalagens.