Pesquisar este blog

sábado, 29 de dezembro de 2012

Cid Gomes garante menores custos no Réveillon de Fortaleza


Aviões do Forró, Luan Santana, Zezé di Camargo & Luciano,
Ítalo & Reno, Waldonys e o internacional Billy Paul são as
principais atrações da noite
Os artistas que subirão ao palco do Réveillon de Fortaleza custarão aos cofres públicos pelo menos R$ 2 milhões – preço que, este ano, será pago pelo Governo do Ceará, organizador da festa. O valor corresponde aos cachês de oito das 12 bandas contratadas e ao pagamento dos humoristas que se apresentarão na Praia de Iracema, o que significa que a cifra poderá aumentar, ao contrário do que previa o governador Cid Gomes (PSB).
As atrações mais “salgadas” foram Luan Santana e Zezé di Camargo e Luciano, que cobraram R$ 500 mil, cada um. Depois deles, aparece Billy Paul, contratado por R$ 400 mil, e Aviões do Forró, por R$ 250 mil. Os números constam no Diário Oficial do Estado dos dias 26 e 27 de dezembro, publicados ontem. De acordo com a assessoria da Casa Civil do Governo, a quantia engloba os cachês, gastos com hospedagem dos artistas e de suas equipes – sem incluir passagens aéreas e infraestrutura.
Em comparação com o Réveillon do ano passado, organizado pela gestão da prefeita Luizianne Lins (PT), o valor dos três maiores shows sofreu redução. Na última edição do evento, a baiana Ivete Sangalo, o grupo Titãs e o cantor cearense Fagner teriam custado R$ 1,8 milhão, conforme foi divulgado pela imprensa nacional, à época. Desta vez, o montante é calculado em R$ 1,4 milhão.
Os preços cobrados para a festa da virada, no entanto, são bastante superiores ao valor de mercado em outras épocas do ano. De acordo com levantamento do O POVO, Luan Santana – que figura no topo do rol de cachês mais altos do País – costuma embolsar R$ 300 mil a cada show, cifra 40% menor que a cobrada no Réveillon de Fortaleza. Já o cachê da banda Aviões do Forró, geralmente, fica em torno de R$ 150 mil. A “inflação” verificada para o Réveillon costuma ser explicada pela época do ano e pela natureza do evento.
Embora a Casa Civil tenha assegurado que o valor de todas as atrações foram publicados no Diário Oficial, O POVO não localizou os preços correspondentes aos shows da cantora Késia Estácio (participante do reality show The Voice Brasil), da Banda Patrulha, da dupla sertaneja Luis Marcelo e Gabriel e da banda cearense Verona – cujo um dos integrantes é sobrinho do governador.

Além dos cerca de R$ 2 milhões em cachês, a planilha de gastos do Governo ainda inclui R$ 1,5 milhão em infraestrutura e R$ 500 mil, que será patrocinado por empresas privadas. No ano passado, a festa custou cerca de R$ 5 milhões.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Na Guerra, vale tudo?

Espigão Demócrito Dummar na Praia de Iracema
A briga entre a prefeita Luizianne Lins (PT) e o governador Cid Gomes (PSB), pelo visto, vai até o dia 31 mesmo. Nesta quinta-feira, 27, a organização do Réveillon da Solidariedade ocupou e interditou, com o foguetório da festa, a área onde se encontra o Espigão Demócrito Dummar. A Polícia Militar encontra-se, inclusive, na área para evitar acesso.
Em razão disso, a Secretaria Regional II cancelou a solenidade em que a prefeita iria entregar o espigão. O evento ocorreria na parte da tarde. O clima entre membros da gestão municipal é de revolta, porque a interdição da área aconteceu sem comunicado prévio.
Segundo a Prefeitura de Fortaleza, a interdição da área onde se encontra o novo espigão ocorreu na madrugada e de forma irregular.
A Secretaria Estadual do Turismo esclarece que, na última segunda-feira, deu entrada em ofício junto à Secretaria Executiva da Regional II comunicando que iria interditar a área do Espigão Demócrito Dummar para colocação da estrutura do Réveillon da Solidariedade.
Adianta a Setur que nada impedia a Prefeitura de realizar o ato de inauguração do espigão, pois haveria deslocamento necessário de parte da estrutura.
Na guerra vale tudo?

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Prefeitura embarga obras do Acquário Ceará.

Obras do Acquario Ceará foram embargadas pela Seman
por solicitação do Ministério Público Federal.
A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Controle Urbano(Semam) embargou as obras do Aquário Ceará. O órgão municipal, portanto, atendeu à solicitação do Ministério Público Federal e cumpriu parecer favorável da Procuradoria geral do Município (PGM).
A Semam afirma que o embargo ocorreu em desfavor da CG Construções Ltda, empresa responsável pela execução das obras. O motivo do embargo teria sido o fato de as atividades estarem sendo tocadas sem o licenciamento ambiental que deveria ser expedido pelo órgão do município. A empresa tem dois dias úteis,a contar de segunda-feira, 24, para apresentar defesa junto ao setor Jurídico da Semam.
Durante entrevista ao jornal O POVO ainda no início de dezembro, o titular da Semam, Adalberto Teixeira, havia afirmado que teria sido notificado pelo MPF sobre a possível irregularidade nas obras. Na ocasião ele reforçou que o governo do estado estaria trabalhando com licença da Semace, mas não da Semam.
Em reunião realizada em 10 de dezembro Prefeitura, Governo do Estado discutiram os encaminhamentos do impasse. Dois documentos haviam sido solicitados pela PGM: o Relatório de Estudo de Impacto de Tráfego e um termo de acordo no qual o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) teria dado entendimento de que o licenciamento caberia à Semace.
O Acquário está orçado em US$ 150 milhões, sendo US$ 45 milhões de recursos do Estado e US$ 105 milhões oriundos de empréstimo com o Ex-Im Bank.Com informações da repórter Liane Braga.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Roberto Claudio anuncia seus secretários

Prefeito eleito de Fortaleza Roberto Claudio, anuncia seus
secretários com perfil técnico e alguns políticos
O prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio Bezerra (PSB), anunciou ontem a composição do seu secretariado com a recomendação de um estreito relacionamento com os vereadores. Ele reafirmou compromissos como o bilhete único nos transportes coletivos e a reestruturação e ampliação dos postos de saúde e justificou a criação, fusão e extinção de algumas secretarias e outros órgãos como necessidade para dinamizar a administração.
Foram anunciados os nomes de 32 secretarias e 31 secretários não havendo definição, até aquele momento, quanto ao secretário da Controladoria, Ouvidoria, Transparência e Participação Popular, conhecido no fim do dia. Os nomes que vão integrar o segundo escalão administrativo ficou para outra ocasião.
Ainda neste ano o prefeito se reúne com o secretariado para tratar das primeiras ações a serem desenvolvidas. Após o anúncio cada secretário recebeu uma pasta com o plano de governo e um relatório setorial da equipe de transição.

Políticos
Embora Roberto Cláudio tenha ressaltado a formação de um secretariado técnico, da equipe participam um deputado federal (Domingos Filho), um deputado estadual (Ivo Gomes) e um vereador (Salmito Filho). Essa foi uma maneira de mesclar a equipe, argumentou, em entrevista à imprensa. Apesar da criação de algumas secretarias, no cômputo geral houve redução, mas para o prefeito isso não é relevante porque "a prioridade é organizar a estrutura administrativa da cidade para dar conta das tarefas contemporâneas".
Como exemplo, ele disse que havia uma preocupação da Seinfra não dar cumprimento aos prazos das obras e, por outro lado, havia falta de comunicação do meio ambiente com a área de urbanismo. Então, para essa questão foi feito um rearranjo das secretarias, criando uma secretaria só de infraestrutura para projetos e obras e outra para tratar especificamente da integração do urbanismo com o meio ambiente.

Perfil
Interrogado se houve dificuldade para compor o secretariado em função das alianças políticas para a disputa, disse que não sofreu nenhuma pressão política dos partidos aliados, tanto do primeiro quanto do segundo turno de votação.
Roberto Cláudio disse ter explicado aos partidos o perfil dos auxiliares que estava procurando e obteve a compreensão de todos eles, ressaltando o espírito público dos partidos que integraram a aliança e entenderam que o mais importante agora é escolher bons nomes. Confessou que alguns partidos apresentaram nomes e foram aceitos, outros ofereceram e os nomes serão aproveitados em outras tarefas.
Sobre a função do vice-prefeito na sua administração, disse que terá importante participação, vai exercer muitas funções, principalmente quanto a coordenação de grandes projetos estruturantes, integração de secretarias e como se trata de um gestor de muita qualidade vão conversar para definir as ações que vai coordenar.
Quanto à redução de gastos disse que não se faz enxugamento só por fazer e essa é uma questão que ainda vai ser avaliada, lembrando que até o fim do ano serão aprofundados os estudos sobre o déficit da prefeitura. No entanto, considerou como natural em qualquer administração um recadastramento dos servidores, ativos, inativos e terceirizados, até para saber o que cada um faz e onde está. Sobre a possibilidade de demissões disse que ninguém pode falar isso sem um diagnóstico claro e preciso.
"Ninguém enxuga por enxugar, ninguém demite por demitir, isso não é mérito de ninguém. Essa é a tarefa mais difícil e mais dolorosa e só é feita quando é preciso". Para ele, o principal é valorizar o recurso público e gerir com eficiência e é isso o que vai fazer com sua equipe. O prefeito eleito encerrou sua fala aos jornalistas dizendo que ele e o vice estão querendo que o dia 1º chegue logo para eles começarem a trabalhar.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Governador Cid Gomes entrega Arena Castelão no prazo prometido

Presidenta Dilma Rousseff inaugura Arena Castelão ao lado
do Governador Cid Gomes e demais autoridades

O pontapé inicial da presidente Dilma Rousseff marcou neste domingo (16) a apresentação oficial da Arena Castelão. O estádio, que tem capacidade para 63.903 torcedores, é o primeiro do país a ficar pronto para receber a Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014.
A programação da cerimônia teve início às 17h e contou com a presença da presidente Dilma Rousseff, do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, do governador Cid Gomes, do secretário da Secopa, Ferruccio Feitosa, do prefeito, Roberto Cláudio, e outras autoridades locais.
Por volta de 18h, a presidente e demais autoridades fizeram uma visita guiada pelo estádio, onde conheceram o museu e foram ao gramado de jogo para o pontapé inicial. Na sequência, um palco recebeu as autoridades para a solenidade de apresentação oficial.
No palco, foi apresentado um vídeo do presidente da Fifa, Joseph Blatter, agradecendo o empenho pela conclusão da obra dentro do prazo. Em seguida, a fala das autoridades e o hino nacional cantado pela dupla Ítalo e Renno foram destaques da ocasião.
Depois, o público aproveitou o show com fogos de artifícios e aplaudiu a homenagem a Dilma, por seu aniversário na última sexta-feira (14). O show do cantor e compositor Raimundo Fagner encerrou a inauguração da Arena Castelão.
No dia 27 de janeiro, o estádio recebe sua primeira partida oficial com rodada dupla da Copa do Nordeste. O Ceará enfrenta o Bahia às 16h. Em seguida, às 18h15, o Fortaleza encara o Sport.