segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Aeroporto Pinto Martins poderá ter horário de funcionamento reduzido

video
A discussão em torno do Relatório de Impacto do Funcionamento do Aeroporto Internacional Pinto Martins, elaborado, pela Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano (Semam) a pedido do Ministério Público Federal, ainda não acabou. Impedir o funcionamento do aeroporto para pousos e decolagens entre meia-noite e 4 horas, ou até mesmo às 6hs, é vista pelo MPF como a solução para as constantes reclamações de moradores de áreas próximas ao equipamento.
A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) já adota horário semelhante no aeroporto de Congonhas (Zona Sul de São Paulo) que funciona das 6h às 23 horas, garantindo 8 horas de sono e tranquilidade a moradores das proximidades. Mas lá, a Prefeitura luta para que esse horário seja reduzido ainda mais, ficando das 7h às 22hs.
Segundo o secretário da Semam, Deodato Ramalho, a saída ideal seria a construção de um outro aeroporto na região metropolitana de Fortaleza e deixar o Pinto Martins para uso nesse horário especial. “Tecnicamente, o que tem sido adotado em áreas urbanas de outras grandes cidades é a limitação de horários”, defende.
A Infraero em Fortaleza não comenta a ação movida pelo Ministério Público, limitando-se a informar que o MPF ainda não chegou a uma resolução sobre o caso, mas que a Infraero acatará o que o o poder público decidir.

Decibéis
O estudo técnico, elaborado pela Semam, foi entregue há aproximadamente três meses ao MPF, onde tramita procedimento administrativo movido pelo artista plástico Hélio Rôla, morador do bairro Sabiaguaba. Ele queixa-se do barulho das aeronaves - o número de voos durante as madrugadas chega a 24, de acordo com informações da Infraero.
A mesma reclamação faz Gorete Ramos, que mora no bairro vizinho, José de Alencar. “Nós estamos tolhidos do nosso direito ao sono”, afirmou.
O relatório constatou que nos cinco pontos da cidade monitorados para o estudo, o ruído produzido pelos aviões era maior que o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
De acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o nível ideal de ruído nas quatro residências monitoradas deveria variar entre 35 e 45 decibéis (dB). Mas em todas, o mínimo captado foi 48 dB.

BNB será o maior agente operador do BNDES em 2012

BNB, 2 bilhões para empréstimos
O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) anunciou que, após oito anos, deverá voltar a ser em 2012 o maior agente operador do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) na região Nordeste. Bem superior aos R$ 100 milhões com que operou no Nordeste em 2011 por meio dos recursos do BNDES, este ano o BNB vai poder emprestar R$ 2 bilhões para toda a região.
Em nove de fevereiro, será assinado no Rio de Janeiro um acordo entre a diretoria do BNDES e do BNB para firmar a decisão, informou ontem o diretor de negócios do BNB, Paulo Sérgio Ferraro. “Antes de 2003, quando tivemos um contingenciamento de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), já fomos o maior aplicador do BNDES no Nordeste. Podemos agora nos habilitar a ser novamente o grande operador”, afirmou Ferraro.
O diretor explica que, nos últimos oito anos, a margem de disponibilidade orçamentária do Fundo Constitucional dava para atender a demanda na região. Em 2012, porém, a procura do Nordeste será superior aos R$ 11 bilhões que o BNB empresta ao ano. “Vamos passar a ter um percentual de financiamento do FNE para grandes projetos com faturamento acima de R$ 90 milhões. Ou seja, isso representa R$ 2 bilhões do total. Mas a demanda tem sido superior a esse recurso”, pontua.
Ele reiterou que esse cenário é resultado da consolidação de uma região cujo crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) é superior ao do próprio País: “O Nordeste é visto hoje como celeiro de desenvolvimento e de atração de investimentos de empresas nacionais e internacionais. Por isso, vimos a necessidade de buscar outros fundos complementares ao FNE e o BNDES será um deles”. O presidente do BNB, Jurandir Santiago, atribuiu o aumento na captação de recursos do BNDES como consequência de um processo de desenvolvimento “acentuado” pelo qual as empresas nordestinas vêm passado. Ele disse ainda que não sabe qual a parcela dos R$ 2 bilhões que virá para o Ceará. “Vai depender da demanda apresentada ao longo do ano”, disse.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Turismo e Humor!

video
No programa Nordeste Acontece deste sábado,28/01/12, entrevistas com Patricia Aguiar (secretária de Turismo de Fortaleza), Regis Medeiros (presidente da ABIH/Ce) e outras pessoas ligadas ao turismo. E uma conversa muito animada com o humorista ADAMASTOR PITACO. Para assistir em melhor definição, click no link abaixo:

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A Bahia licenciou 133 projetos para implantação de complexos de energia eólica

Parque Eólico da Bahia
A Bahia licenciou na última semana 133 projetos para implantação de complexos de energia eólica no estado. Juntos, os projetos somam cerca de 3.200 MW de potência. As Licenças de Localização (LL) foram publicadas no Diário Oficial do Estado no último fim de semana (21 e 22 de janeiro) e se referem à análise da viabilidade ambiental de competência do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).
Com a LL, as empresas cumprem um dos requisitos para a participação no leilão de energia A-3, que será realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em março deste ano. Somando as novas licenças a uma carteira de projetos já habilitados, a Bahia pode superar 4.000 MW no próximo leilão, quando será contratada energia com suprimento previsto para 2015.
“As licenças são um resultado do esforço conjunto das secretarias estaduais do Meio Ambiente e da Indústria, Comércio e Mineração, por meio da sua Comissão Técnica de Garantia Ambiental (CTGA)”, afirma o secretário James Correia. Ele acrescenta que caso todos os projetos sejam habilitados no leilão, é provável que a Bahia garanta a maior participação nos certames realizados pelo Governo Federal.


Potencial
A Bahia tem atualmente 57 projetos de energia eólica previstos para se instalar no estado. Os empreendimentos somam aproximadamente R$ 6,5 bilhões em investimentos e têm previsão de gerar entre 400 e 600 empregos na fase de operação. Quando os parques estiverem operando vão acrescentar aproximadamente 1.418 MW à rede elétrica.
A previsão é que até setembro de 2012, 18 parques estejam em pleno funcionamento. As usinas eólicas foram contratadas nos Leilões de Fontes Alternativas e no Leilão de Energia de Reserva, realizados pelo Governo Federal nos anos de 2009, 2010 e 2011. 

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Ceará lidera o "ranking" nordestino de desembarque

Aeroporto Pinto Martins em Fortaleza - Desembarque crescente
O número de desembarques no Aeroporto Internacional Pinto Martins cresceu 12,4% em 2011, segundo levantamento da Infraero. O crescimento foi o maior da região Nordeste, à frente dos concorrentes diretos Rio Grande do Norte (6%), Bahia (7,6%) e Pernambuco (8%). Os estados com maior evolução no quadro geral – Maranhão, Paraíba, Sergipe e Piauí – ou não têm ou apresentaram decréscimo no número de desembarques internacionais.
Em 2010, foram 2.658.315 desembarques entre domésticos e internacionais, enquanto em 2011 foram 2.989.218 - ou seja, 330.903 mil pessoas a mais desembarcando no Pinto Martins. A movimentação maior foi de voos domésticos, com 2.874.232 desembarques, ante 2.546.269 de 2010, uma variação positiva de 2,6%.
Fluxo internacional
Por mais um ano, o Ceará foi o estado da região com o segundo maior número absoluto de desembarques internacionais, com 114.986 operações, um crescimento de 2,6%; atrás apenas da Bahia, com 178.703 (crescimento de 1,7%) e à frente de Pernambuco, com 113.949 e elevação de 15,7%.
Esse é o melhor resultado desde 2008. No acumulado, houve um crescimento total de 69,93%, passando de 1.759.040 para 2.989.218, sendo 31,53% de internacionais (de 87.421 para 114.986) e 71,94% de domésticos (de 1.671.619 para 2.874.232).
O resultado do Ceará acompanha o desempenho nacional. Segundo o Ministério do Turismo (MTur), foram 79.049.171 desembarques domésticos e 9.005.165 estrangeiros. A alta é de 15,8% e 13,95% respectivamente, na comparação com 2010.
No próximo sábado,28, reportagem completa no PROGRAMA NORDESTE ACONTECE sob a alta estação no Nordeste e principalmente em Fortaleza com entrevistas de Regis Medeiros (presidente da ABIH-CE) e Patrícia Aguiar (Secretária de Turismo de Fortaleza). O programa é exibido pela Band todo sábado 08:30hs.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Programa Ne Acontece_Metereologia e Lei Maria da Penha

video
Para assistir este e outros programas, acesse o link abaixo:

Piauí e a produção sustentável do Girassol

Os municípios piauienses de Oeiras, São João do Piauí, Simplício Mendes, São Francisco de Assis e Uruçuí serão polos do projeto Transferência de Tecnologia e Comunicação para a Produção Sustentável do Girassol no Semiárido Brasileiro, que será executado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em todo o Nordeste.
 A implantação do projeto vai começar ainda este ano e pretende consolidar a cultura do girassol como mais uma fonte alternativa à produção nacional de biocombustíveis. No Piauí, o trabalho será desenvolvido pela Embrapa Meio Norte. O projeto, no valor de R$ 818,4 mil, será financiado pela Petrobras.
As ações do projeto serão concentradas na implantação de polos demonstrativos sobre sistemas de produção e na capacitação de produtores e técnicos, com reuniões, cursos, palestras e dia de campo. Os pesquisadores José Lopes Ribeiro, Daniele Azevedo, Paulo Henrique Soares, Francisco Brito, Pedro Rodrigues Neto, Francisco Monteiro e Orlane Maia compõem a equipe técnica no Estado.
O girassol se apresenta como uma das opções para produção de biocombustível porque apresenta elevado teor de óleo nos grãos, de 38% a 53%, e ampla adaptação às diversas regiões brasileiras. Atualmente, a planta ocupa cerca de 100 mil hectares no Brasil. No Cerrado, o girassol é uma opção preferencial como segundo cultivo na safrinha.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Prefeita Luizianne Lins


video
Para assistir a entrevista completa, click no link: http://www.youtube.com/user/enivaldobarbosa1?feature=guide

Ceará é o 1º em inscrições no SISU


O Ceará o quarto estado brasileiro e o primeiro do Nordeste com o maior número de inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Com 160 mil estudantes inscritos até o meio-dia deste sábado, 9, o Estado está atrás somente do Rio de Janeiro (278 mil), de Minas Gerais (233 mil) e de São Paulo.
Inscrições pelo site até dia 12/01/12.
No Ceará, são 6.158 vagas disponíveis para ingresso no primeiro semestre de 2012. A Universidade Federal do Ceará (UFC) oferece 4.197 vagas, o Instituto Federal do Ceará (IFCE) oferta 1.805 e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), em Redenção, tem 156 vagas.
Em todo o País, o Sisu registrou inscrições de 1.091.890 candidatos interessados em disputar uma das 108 mil vagas em universidades públicas oferecidas para o primeiro semestre de 2012. O número já supera o total de inscritos na edição do Sisu do início de 2011. 
A ferramenta, criada pelo Ministério da Educação (MEC) para unificar o processo seletivo de universidades públicas por meio das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), entrou no ar à meia-noite de sexta-feira, 6, e recebe inscrições até 12 de janeiro, exclusivamente pela Internet. No total, o sistema já recebeu 2.108.408 – cada estudante pode se inscrever em até dois cursos. 
Ao acessar o sistema, o estudante deve escolher duas opções de curso, indicando a sua prioridade. É necessário informar o número de inscrição e a senha de cadastro do Enem 2011. Diariamente, o sistema divulga a nota de corte preliminar de cada curso com base na nota do Enem dos candidatos que pleiteiam as vagas. Durante esse período, o participante pode alterar essas opções se achar que tem mais chances de ser aprovado em outro curso ou instituição.
O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 15 de janeiro. Os estudantes aprovados deverão comparecer às instituições de ensino dias 19 e 20 de janeiro para fazer a matrícula. O participante selecionado para a primeira opção de curso é retirado automaticamente do sistema e perde a vaga se não fizer a matrícula. Aqueles que forem selecionados para a segunda opção ou não atingirem a nota mínima em nenhum dos cursos escolhidos podem participar das chamadas subsequentes.
A segunda chamada está prevista para 26 de janeiro, com matrículas nos dias 30 e 31. Caso ainda tenham vagas disponíveis, o sistema gera uma lista de espera que será disponibilizada para as instituições de ensino preencherem as vagas remanescentes. O candidato interessado em participar dessa lista deverá pedir a inclusão entre 26 de janeiro e 1° de fevereiro.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

NESTE SÁBADO - 07/01/12

ASSISTA A CHAMADA PARA O 1º PROGRAMA DE 2012
video

O fim da greve!


Depois de várias tentativas frustadas de negociação, do envolvimento de mediadores do poder público, da igreja, do governo, e de uma longa negociação que só terminou na madrugada de hoje, os policiais militares e bombeiros encerraram o movimento grevista. Sem exercer suas atividades desde a última quinta-feira (29), uma comissão dos grevistas e o governo, reuniram-se num anexo do Palácio da Abolição, numa reunião que durou mais de três horas. Representaram o governador Cid Gomes na negociação, os secretários estaduais Mauro Filho (da Fazenda), Eduardo Diogo (Planejamento e Gestão) e o procurador geral do Estado, Fernando Oliveira. A negociação ainda contou com a participação da procuradora geral de Justiça, Socorro França; da defensora geral do Estado, Andréa Coelho; e do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/CE), Valdetário Monteiro.
Da negociação foram acordados os seguintes pontos:
  • Anistia a todos os policiais e bombeiros militares que participaram do movimento grevista, com intuito de livrá-los de qualquer penalidade disciplinar ou administrativa;
  • Reajuste salarial e no vale refeição;
  • Diminuição na carga horária, de 46 para 40 horas semanais;
  • Gratificação para todos policiais ativos, inativos, pensionistas e também para os que trabalham no turno C;

Com o fim da paralisação a população com certeza deve ter acordado bem mais aliviada nesta manhã. O clima de medo e insegurança que tomou conta de Fortaleza e de muitas cidades do interior, ficou marcado na memória das pessoas. Uma onda de boatos se juntava a fatos reais que tomaram conta das redes sociais ajudando a disseminar mais ainda o clima de tensão na população. Ainda na manhça de ontem (3), boa parte do comércio já tinha fechado, e outros vários serviços como bancos e correios também tinham paralisado suas atividades.
Segundo o comando da greve, boa parte dos policiais e bombeiros retornará às atividades ainda hoje, se apresentando aos comandantes dos seus respectivos batalhões. Os reparos nas viaturas que estão paralisadas também já vai começar a ser feito. Aos poucos Fortaleza vai de novo entrando na rotina de trânsito, trabalho, cidade populosa. Rotina estressante para muitos fortalezenses, mas que nunca foi tão desejada.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Inflação de 2011, superou média do ano anterior

Evolução dos índices desde 2006
O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), encerrou dezembro em alta de 0,79%. No acumulado do ano, a taxa alcançou 6,36%, índice ligeiramente superior ao constatado em 2010 (6,24%). Os maiores impactos sobre a taxa, em 2011, vieram do aluguel residencial com 7,75% de alta; da tarifa de ônibus urbano (8,75%), dos planos de saúde (7,87%); da conta de luz (5,47%) e da gasolina (6,59%).
Isoladamente, em dezembro, os principais aumentos foram verificados no grupo alimentação, que passou de 1,38% (na terceira prévia do mês) para 1,65%.
 Entre os itens que mais tiveram correção de preços estão hortaliças e legumes (de -3,25% para 0,58%); o arroz e o feijão (de 2,85% para 3,75%) e aves e ovos (de 2,15% para 2,71%). Já o grupo saúde e cuidados pessoais ficou estável com 0,68%, a mesma variação da terceira prévia.
Em despesas pessoais, o índice passou de 0,35% para 0,11%; em vestuário (de 1,21% para 1,03%); em habitação (de 0,38% para 0,27%); em educação, leitura e recreação (de 0,51% para 0,42%) e transportes (de 0,61% para 0,59%).
Os cinco itens de maior influência sobre o resultado de dezembro foram: mamão papaya (de 35,39% para 21,49%); alcatra ( de 7.34% para 6,48%); tarifa de táxi (de 5,63% para 7,95%) ; gasolina (de 1,12% para 0,94%) e contra filé (de 6,75% para 6,20%).

Apicultores potiguares investem na própolis vermelha

Própolis vermelha é produzida por abelhas Africanizadas
O setor apícola do Rio Grande do Norte, sétimo maior exportador de mel do país, passa por processo de inovação com investimento em outros nichos de mercado. Apoiados pelo Sebrae no estado, os apicultores potiguares começam a produzir própolis vermelha, estimulados especialmente pela capacidade e demanda crescente de consumidores.
A iniciativa é dos apicultores de Touros, município a 100 km de Natal. Ainda neste ano, serão construídos os primeiros apiários para a colheita do produto. “Estamos otimistas com a possibilidade de desenvolver esse trabalho. São alternativas que agregam valor e garantem sustentabilidade ao setor”, garante o gestor do Projeto de Apicultura do Sebrae no Rio Grande do Norte, Lecy Gadelha.  
A própolis vermelha é uma substância resinosa, coletada por abelhas africanizadas em diversas partes das plantas, como brotos e botões florais. O material é extraído de vegetação presente em áreas de mangue, abundante na região de Touros. Além das propriedades medicinais reconhecidas e utilizadas principalmente pela indústria farmacêutica, a própolis vermelha possui agregação de valor diferenciada em relação à própolis verde, tipo mais comum. O quilo do produto pode ser comercializado a R$ 450. 
Experiências exitosas de outros estados do Nordeste servem de estímulo para os apicultores do Rio Grande do Norte, que conheceram apiários e a forma de manejo da própolis vermelha durante o Seminário Brasileiro de Própolis e Pólen e o VI Seminário de Própolis do Nordeste, em Ilhéus (BA).
A intenção do Sebrae é implantar a partir deste ano, o Polo de Pólen na região do Mato Grande, por meio do Projeto de Apicultura, desenvolvido junto aos produtores da Comunidade Santa Luzia, em Touros. A medida beneficiará outros apicultores da região, que unificarão o trabalho de diversos apiários em torno da associação já existente.